Agentes de Saúde e Endemias acompanham votação de regulamentação salarial na Câmara de Canindé

Os Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Endemias do Município de Canindé estiveram recebendo todo o apoio da diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Canindé-SINDSEC antes e durante a votação dos projetos de regulamentação do piso salarial, conforme normativa nacional de ambas as categorias no município. Na manhã da última sexta-feira (22), os profissionais estiveram em concentração na sede do sindicato e depois se dirigiram à Câmara Municipal onde acompanharam a votação dos projetos que foram aprovados por unanimidade pelos vereadores presentes na Câmara.

Conforme os projetos aprovados, fica o chefe do Poder Executivo autorizado a implantar o piso salarial dos Agentes de Endemias em R$ 1.550,00 até o ano de 2021, obedecendo escalonamento de R$1.250,00 em 1º de janeiro de 2019; R$1.400,00 em 1º de janeiro de 2020 e R$1.550,00 em 1º de janeiro de 2021. Também, será concedido para os supervisores GITQ de 40% e Insalubridade de 20% de acordo com o piso salarial vigente no ano e ATS.

Os profissionais que atuam na zona rural de Canindé receberão percentual de indenização de deslocamento mediante apresentação de produção de 01 a 30 km o percentual e de 20% e de 31 a 40 km percentual de 30% de aumento conforme o salário do ano. Já os Agentes de Saúde receberão reajuste seguindo datas e valores dos Agentes de Endemias, chegando em 2021 com R$1.550,00 em seus vencimentos.

A presidente Regina Lemos; a Diretora de Relações de Gênero, Raças e Minorias, Ludmila Calixto, e o Diretor de Assuntos Jurídicos, Edval Júnior, também acompanharam a Sessão Ordinária da Câmara.

Posted by Sindsec Canindé on Sunday, February 24, 2019