Campanha salarial pode ser discutida em fevereiro entre SINDSEC e Governo Municipal

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Canindé –SINDSEC está trabalhando para conseguir, o mais breve possível, uma audiência com o Governo Municipal para tratar da pauta da Campanha Salarial 2019.

De acordo com a presidente da entidade sindical, Regina Lemos, o pedido de audiência para tratar sobre o tema foi protocolado na prefeitura no dia 2 de janeiro, mas só agora através da chefia de gabinete o governo pré-agendou uma rodada de negociação para o dia 12 de fevereiro.

Neste ano, os servidores pedem ao município: estabilidade do servidor concursado e melhoria nas condições de trabalho; reajuste salarial com ganho real para os servidores que recebem diferente do salário mínimo; atualização do piso dos Agentes de Combate as Endemias e Agentes Comunitários de Saúde; calendário de pagamento unificado para servidores ativos e inativos até o 5º dia útil de cada mês; pela integridade da lei do piso do magistério; aprovação e implementação do PCCS da Saúde e Secretários(as) Escolares; criar e implementar PCCS para o Fundo Geral e Administrativo da Educação; piso salarial nacional de todas as categorias; participação dos trabalhadores na discussão orçamentária do município; desenvolver ações para o fim do assédio moral no local de trabalho e igualdade de oportunidades; regulamentação da negociação coletiva e formação da comissão permanente de negociação, buscando de combater o retrocesso e garantir os direitos já conquistados; qualificação profissional para os servidores e serviço público de qualidade; estimular e organizar espaços de debates com a participação dos servidores nas questões da saúde do trabalhador, gênero, racismo e violência contra mulher; criar comissão para acompanhar o plano de aplicação dos 40% (quarenta) por cento do precatório PRC 134669CE e fiscalização da execução dos projetos, reformas e construções.