SINDSEC emite nota em defesa de diretor que teve folha de pagamento alterada pela prefeitura

A diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Canindé SINDSEC emitiu, na manhã desta sexta-feira (14), uma Nota de Solidariedade ao Diretor Jurídico do Sindsec, Edval Júnior, em virtude de uma atitude de desrespeito por parte da gestão municipal, através da Secretaria de Saúde. A secretária Municipal de Saúde, Islayne Ramos, remanejou da folha de pagamento de Agente de Endemias para a folha dos servidores cedidos, ocasionando prejuízo e desconforto ao servidor. Conforme a legislação vigente, o servidor público eleito para assumir cargo de entidade de classe permanece na folha de pagamento e com todas as garantias que são asseguradas na forma da lei.

Veja a nota na integra:

Nota de solidariedade

Vivemos a cada ano momentos que nos levam a refletir as atitudes de gestores e gestoras. Os diretores que estão no Sindicato dos Servidores de Canindé passaram por um processo eletivo, sendo escolhidos pela maioria dos trabalhadores municipais para os representar nas lutas de classe.

A gestão insiste em não reconhecer que fomos eleitos democraticamente. Diante dessa insistência, no pagamento do mês de novembro da secretaria da Saúde que foi depositado nas contas no dia de hoje, 14 de novembro, o Diretor Jurídico da nossa entidade, Francisco Edval Bezerra Lima Júnior, foi penalizado, ficando sem receber o seu salário. Após indagação do Edval, a secretária de saúde, Islayne Ramos, informou que ele foi remanejado para a folha dos servidores cedidos.

Entendemos que existe sim servidores cedidos, e que a gestão municipal precisa tomar as devidas providências, pois diante das dificuldades financeiras que os secretários municipais alegam que Canindé vem passando, é insustentável ter servidores cedidos e/ou contratados. Entendemos não ser o caso do diretor Edval ou qualquer outro diretor dessa entidade, pois existe amparo nas legislações federal e municipal que garantem o mandato classista. Se trata de uma falta de respeito com os que representam os trabalhadores e que foram eleitos para esse fim, como também as legislações vigentes.

Nesse momento somos todos solidários com o nosso companheiro de luta. Precisamos ser fortes para resistirmos a essas perseguições que estamos vivenciando.

Diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Caindé – SINDSEC