SINDSEC apresenta primeiro Consciência de Ser 2020

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Canindé – SINDSEC apresentou neste sábado (4) o primeiro Programa Consciência de Ser. O programa vai ao ar todos os sábados de 10h às 11h30, e toda terça-feira de 10h às 11h, na Rádio São Francisco de Canindé, na frequência AM 1240. O Programa apresentado pelo professor e vice-presidente do Sindsec, Diassis Farias, com a participação dos diretores da entidade sindical.

Neste sábado, participaram do programa a Diretora Financeira, Ana Célia Viana Coelho; a Secretária Geral, Eligiane Lopes, e o Diretor de Formação Sindical, José Braz.

No debate, vários assuntos de interesse dos servidores (as) municipais e população em geral. Como a reforma da Previdência, Piso Salarial 2020, receitas do FUNDEB, dívididas dos empréstimos consignados e outros.

“Nós vamos estar aqui sendo a voz dos trabalhadores mais também da população que não tem a mesma oportunidade que a nossa, porque nós temos várias comunidades que as escolas foram fechadas as portas e tiram os direitos daquelas comunidades”, disse Eligiane Lopes, reafirmando compromisso com os servidores e a população.

Já o Diretor de Formação, José Braz, deu um recado direto para os servidores:“ aquele servidor que se comportar da mesma maneira que no ano passado, o resultado vai se repetir, reajuste zero novamente. Aquele e aquela que ficar em casa achando que vai vir do Céu, achando que a gestão vai ser boazinha, não vai! ”.

A Diretora Financeira Ana Célia Viana afirmou que o município de Canindé teve condições de conceder reajuste em 2019, pois o município recebeu acima da previsão orçamentária do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) R$ 5.701.976.03. Durante todo ano de 2019, só de Fundeb, o município recebeu R$ 52. 296.196,13.

“ Tinha condição sim de nós termos tido aquele reajuste de pelo menos 2%, para nós não termos que carregarmos para o resto de nossas vidas o marco do reajuste zero para nós servidores. Mas o feio vai ficar para a gestora municipal, que infelizmente a prefeita Rozário Ximenes não deu os dois por cento”, disse Ana Célia.

Diassis Farias chamou atenção dos servidores (as) para ficarem atentos ao Projeto de Reforma de Previdência no município para que os servidores não sejam tão prejudicados. O município já está se articulando para enviar um projeto de reforma para a Câmara Municipal.