Vereadores não comparecem à sessão e reivindicações de servidores deixam de ser debatidas na Casa Legislativa

Dos 15 vereadores que compõem a Casa Legislativa em Canindé, apenas 2 estiveram presentes no Parlamento Municipal nesta sexta-feira (10). Com a ausência dos 13 parlamentares, não teve discussão de temas de interesse dos servidores do município na Sessão Ordinária que acontece toda sexta-feira.
Estava previsto que nessa sexta-feira a representação dos servidores (SINDSEC) utilizasse a tribuna da Câmara para pedir apoio aos parlamentares, mas a sessão foi esvaziada. A presidente do Sindsec, Regina Lemos, lamentou os parlamentares não terem comparecido para debater as prioridades dos servidores municipais.

“A gente considera esse ato, um ato imprudente por parte da gestão municipal, que juntamente com seus vereadores esvaziou a Câmara para mais uma vez desrespeitar os trabalhadores. Já não bastasse, no último dia 7, nós tivemos servidores (as) líderes sindicais sendo empurrados e agredidos, e hoje, a gente pede o apoio dessa casa, mas quando chegamos aqui encontramos um plenário vazio”, criticou Regina Lemos.

Estiveram presentes ao plenário da Casa Legislativa, nesta sexta-feira (10), somente os vereadores Ilomar Vasconcelos e Sloan Bezerra e o único que justificou a ausência foi o vereador Assis Vieira que alegou estar com problemas de saúde. Os demais não estavam presentes.

Vereadores que não compareceram e não justificaram a Sessão Ordinária de sexta-feira:
Francisco Alan (Panta), Jorge Alves, Shara Ximenes, Karlinda Coelho, Sargento Nascimento, Adriano Ximenes, Chico Justa, Júnior Castelo, Regis Barroso, Valdemar Filho, Carlos Anastácio e Gilvan Monteiro.